Poomsae? Luta? Que tal os dois!?!

É claro que tanto o Poomsae quanto o Kyorugi têm um valor inestimável para a marcialidade e para a filosofia do taekwondo, mas para fins didáticos vamos começar fazendo distinções pelo prisma esportivo. Quando falamos em esportes temos algumas divisões básicas que ajudam a explicar cada modalidade, uma dessas classificações proposta pelo pesquisador em biomecânica Donskoy separa as modalidades em três grupos básicos:

1. Aquelas que buscam superar unidades de medidas, correr em menos tempo, saltar mais distante, levantar mais peso etc.;

2. aquelas que buscam apresentar padrões de movimentos previamente estabelecidos pela cultura do esporte, como as modalidades de ginástica artística, salto ornamental e aqui onde o Poomsae mais se aproxima;

3. Aquelas onde há oposição direta ou indireta entre os adversários, que caracteriza os esportes táticos, como os esportes coletivos, esportes de combate e os esportes de rede e aqui que o Kyorugi se enquadra;

Então vemos que poomsae e kyorugi estariam separados em classes distintas de modalidades, isso impacta o foco na preparação tanto física quanto psicológica, mas existem aspectos técnicos e físicos que se aplicam a ambas as modalidades, vamos listar alguns:

  • Desenvolver potência é fundamental
  • Flexibilidade facilita a execução técnica
  • Controle do peso corporal é importante, apesar de não haver pesagem no poomsae o sobrepeso atrapalha a performance
  • Os giros devem ser realizados na parte anterior do pé (ap chuke).
  • O uso da pelve para aumentar a força dos golpes.
  • Saber a hora certa de relaxar e a hora certa de aplicar força e velocidade é primordial.
  • Chutar direto da base sem mexer o pé da frente é um aspecto técnico fundamental.
  • Ter um base forte, um bom equilíbrio e saber transferir o peso corporal de maneira harmônica faz muita diferença.

Além dos aspectos listados acima a busca pela perfeição técnica, o autoconhecimento, a concentração e o controle da respiração buscados no poomsae são aspectos que podem contribuir para a disciplina e performance dos atletas de kyorugi.

Para o atleta e coordenador de poomsae Renato Ribeiro, vice campeão mundial, o “Poomsae tem grande relevância para o Kiorugui, então…pense na edificação de uma casa e ou prédio, se não tiver sapata (base) esta construção será demolida em pouco tempo pelo vento, tremor da terra ou qualquer impacto…então, não treinar poomsae com os atletas de Kiorugui é quase que normal no mundo, os atletas de Kiorugui que treinam poomsae, eles são mais criativos, tem bases mas firmes, são mas focados e tem mais variedade no uso das técnicas. Na minha opinião o Taekwondo é uma arte surpreendente!”

O kiorugui é uma forma com adversários reais, onde a coreografia é determinada pelo oponente, o Poomsae é uma forma com adversários imaginários com coreografia pré-determinado que alimenta minha criatividade para conduzir meu oponente real, seja no kiorugui ou defesa pessoal

E você, o que acha que o poomsae e o kyorugui tem em comum!? Quais os pontos similares e divergentes que existem entre eles?

2 commentários

  1. Concordo plenamente, a base do Kyorugui sempre foi a Tecnica que se encontra no Poomsae , mas hj estamos em crescimemto constante no poomsae , aqui no estado de Goiás ja estamos interagindo Poomsae e Kyorugui pois sabemos da importancia das duas modalidades andarem lado a lado

Enviar Dúvidas ou Comentários