Protocolos de testes utilizados para avaliação de parâmetros de aptidão física em atletas de taekwondo: um estudo de revisão de literatura

BUENO CAM, LOPES JC, MARTÍNEZ-ÁVILA D.

Resumo

O taekwondo é uma arte marcial coreana que teve seu início em 1955 tornando-se um esporte olímpico no ano de 2000. Devido ao seu caráter olímpico, a avaliação física do atleta ganhou importância e surgiu uma necessidade de informações científicas sobre a aplicação de testes de avaliação da aptidão física e motora voltados para o taekwondo. Este trabalho buscou, através de uma revisão da literatura, estudos científicos específicos sobre a identificação e análise de parâmetros de controle de determinadas valências físicas deste esporte, assim como possíveis testes e/ou baterias sugeridas para os seus praticantes que pudessem existir. O diagnóstico, monitoramento e controle destes parâmetros, por parte do técnico esportivo e/ou preparadores físicos, tem a intensão de referenciar estes profissionais na elaboração de um programa de treinamento de qualidade, principalmente iniciantes, além de uma especificidade maior quando o atleta já se encontra em alto rendimento, podendo servir para estes detectarem habilidades e limitações dos avaliados. Embora, não foram encontradas baterias especificas de testes voltados para o taekwondo na literatura, o estudo traz como possibilidade, futuras pesquisas para o desenvolvimento de uma bateria de testes cientificamente embasada para estes atletas. Os trabalhos pesquisados demonstraram o quanto a avaliação da aptidão física pode contribuir para o desempenho físico de um atleta, pois através de uma análise e diagnóstico, conseguimos obter parâmetros na prescrição e controle do treinamento, possibilitando um desenvolvimento maior das suas potencialidades físicas. Entretanto, este estudo nos mostra que os trabalhos relativos ao taekwondo têm se mostrado pouco satisfatório, pois não encontramos uma padronização de testes e protocolos que pudessem compor uma bateria específica, a ser adotada para esta modalidade.

Baixe aqui o artigo completo

Enviar Dúvidas ou Comentários